As maiores zebras da história da Libertadores

Em grandes competições de futebol, como a Champions League, Libertadores e até mesmo Copa do Mundo, é muito incomum que …
As maiores zebras da história da Libertadores
As maiores zebras da história da Libertadores

Em grandes competições de futebol, como a Champions League, Libertadores e até mesmo Copa do Mundo, é muito incomum que aconteçam zebras, ou seja, times improváveis sendo campeões. Por mais que seja incomum, isso não é impossível.

Na Champions League, por exemplo, muitas temporadas acabaram com um time nada favorito ou pouco provável sendo o campeão. Esse foi o caso de 1982/83, quando o Hamburgo, da Alemanha, foi o campeão. Assim como em 1985/86, quando o FC Steaua Bucareste, da Romênia, conquistou o título.

Na Copa Libertadores, por mais que também seja incomuns, essas zebras acontecem. Pensando nisso, separamos as maiores zebras da história da Libertadores. Confira!

Colo-Colo – único time do Chile campeão da Libertadores

Os times de futebol do Chile nunca são vistos como favoritos na disputa do título da Copa Libertadores. Por mais que alguns consigam chegar longe no torneio, é difícil ver um clube chileno conquistando o título da competição. Em 1991, o campeão da Libertadores foi o Colo-Colo.

Esta foi a primeira e única vez que um time do Chile foi campeão da Copa Libertadores. A grande final foi disputada contra o Olimpia, do Paraguai. Após um empate sem gols no jogo da ida, coube ao Colo-Colo decidir o jogo em casa, no Estádio Monumental David Arellano. No caso, o time chileno venceu o segundo jogo por 3 a 0 e conquistou o título.

Vélez Sarsfield

Pouco tempo depois da zebra do Colo-Colo em 1991, foi a vez do Vélez Sarsfield conquistar o título da Copa Libertadores e entrar para a história como uma das maiores zebras do torneio. No caso, o time argentino foi campeão da competição em 1994.

Pode parecer difícil apontar algum time da Argentina como uma das maiores zebras da história da Libertadores, Porém, não podemos deixar de falar que o Vélez Sarsfield não é nenhum Boca Juniors, River Plate, Estudiantes ou Independiente. Porém, o título de 1994 conquistado pelo Vélez Sarsfield é uma das maiores zebras do torneio.

O que faz essa edição da Libertadores aparecer como uma das maiores zebras da história é o adversário que o Vélez Sarsfield enfrentou na grande final: o São Paulo. Caso não saiba, o Tricolor foi campeão em 1992 e 1993. Com isso, chegou muito perto de conquistar o tricampeonato da Libertadores em 1994.

Once Caldas

Com certeza, essa é uma das maiores zebras da história da Libertadores. Muitos lembram do ano de 2004 por ser um dos únicos onde a zebra dominou o futebol mundial, seja na Eurocopa, na Liga dos Campeões, nos campeonatos nacionais e até mesmo na Copa Libertadores.

No caso, o grande campeão da Libertadores 2004 foi o Once Caldas, da Colômbia. O que faz essa edição ser uma das maiores zebras da história do torneio é o adversário que o time colombiano enfrentou na final: o Boca Juniors, um dos maiores campeões da Libertadores.

Se você gosta de fazer apostas de futebol, com certeza apostaria no Boca Juniors em uma final de Libertadores contra o Once Caldas, não é mesmo? Em 2004, quem fez isso se arrependeu e muito. Nos dois jogos da final, Once Caldas e Boca Juniors empataram em 0 a 0 e 1 a 1, respectivamente. Dessa forma, o time colombiano foi campeão da Libertadores nos pênaltis.

LDU

Você sabe quantos times do Brasil já foram campeões da Libertadores? Grêmio, Palmeiras, São Paulo e Santos são os maiores campeões brasileiros do torneio, com três títulos cada. Outros clubes já conquistaram o título, como é o caso de Flamengo e Cruzeiro (duas vezes cada), Atlético-MG, Corinthians e Vasco.

Como pode se notar, há um clube muito famoso que não aparece na lista de campeões brasileiros da Libertadores: o Fluminense. O grande responsável por fazer com que o time carioca não esteja na lista de campeões da competição é a LDU (Liga Deportiva Universitária), do Equador.

Assim como falamos que os times do Chile nunca aparecem como favoritos a conquistar o título da Copa Libertadores, o mesmo acontece com os times do Equador. Em 2008, uma das maiores zebras da história da Libertadores aconteceu após a LDU derrotar o Fluminense na grande final.

Algo que faz essa final ser lembrada por muitos, principalmente pelos torcedores tricolores, é como o Fluminense perdeu o título. O jogo de ida terminou em vitória equatoriana por 4 a 2. Já o jogo de volta terminou com vitória brasileira por 3 a 1. Sendo assim, com 5 a 5 no placar agregado, a grande final precisou ser disputada nos pênaltis.

Um dos jogadores que ficou marcado nessa final foi Thiago Neves, meio-campista do Fluminense. Ele foi responsável por marcar todos os três gols do Tricolor no jogo, fazendo com que o clube carioca ainda tivesse chances de conquistar o título. No entanto, na disputa de pênaltis ele não teve a mesma felicidade e desperdiçou a sua cobrança.

Os torcedores do Fluminense sofrem ao lembrar dessa partida até hoje. Em toda a história, o clube carioca chegou apenas uma vez na final da Libertadores. Infelizmente, cerca de 79 pessoas tiveram de ver o Fluminense perder o título do torneio continental. 

Divirta-se fazendo apostas na Libertadores com a Apostaquente!

Agora que já conhece um pouco mais sobre as maiores zebras da história da Libertadores, por que não apostar online nesta competição com a Apostaquente?

Em seu site de apostas, a Apostaquente oferece uma série de opções de jogos diferentes para apostar e se divertir. Além de colocar seus palpites na Libertadores, você também pode apostar no Brasileirão, na Copa do Brasil e até mesmo na Copa do Mundo.

E aí, está esperando o que para colocar seus palpites da Libertadores para valer com a Apostaquente?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagem anterior
Estados com mais times nas divisões do Brasileirão em 2023

Estados com mais times nas divisões do Brasileirão em 2023

Próxima postagem
Melhores finais da história da Copa do Brasil

Melhores finais da história da Copa do Brasil